Justiça aceita denúncia contra 17 pessoas por morte do prefeito de Granjeiro, no Ceará.

Justiça aceita denúncia contra 17 pessoas por morte do prefeito de Granjeiro, no Ceará.

Agosto 28, 2020 0 Por Simone Gomes

Prefeito foi assassinado enquanto fazia caminhada perto de casa em cidade no interior do Ceará. Vice-prefeito na chapa foi preso e é acusado de mandar assassinar o político para assumir o cargo.

A Justiça Estadual aceitou denúncia contra 17 pessoas suspeitas de envolvimento no assassinato do prefeito da cidade de Granjeiro, no interior do Ceará, João Gregório Neto. A informação foi dada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), o qual afirmou que os suspeitos se tornaram réus no último dia 12 de agosto após “constatação da presença de todos os requisitos legais”.

A Promotoria de Justiça da Comarca Vinculada de Granjeiro ofertou a denúncia depois de uma série de diligências criminais que estão sendo feitas pela Polícia Civil do Ceará (PCCE). O MPCE não divulgou o nome dos denunciados. O processo criminal está tramitando em segredo de Justiça.

Segundo o Ministério Público, apesar de a investigação ainda estar em processo, os promotores da Comarca avaliaram que já existem indícios suficientes de autoria e materialidade dos envolvidos no homicídio. Assim, o órgão solicitou que a Justiça dê um prazo para o encerramento das diligências que ainda estão pendentes.

Caso não seja possível, o MP requer que o Poder Judiciário admita que a Polícia Civil “apresente eventuais justificativas com pedido de prorrogação e previsão de encerramento dos atos de persecução”.

Fonte: G1 Ceará.