Pré-campanha no CE é paralisada com avanço do coronavírus e cenário de quarentena.

Pré-campanha no CE é paralisada com avanço do coronavírus e cenário de quarentena.

Março 22, 2020 0 Por Simone Gomes

O avanço do novo coronavírus no Ceará mudou completamente a rotina dos partidos políticos no âmbito local. Em vez de acelerar os trabalhos visando à pré-campanha eleitoral, marcada para outubro deste ano, legendas têm procurado se adaptar às recomendações das autoridades sanitárias do Estado, que determinaram uma série de regras para evitar a proliferação do vírus que tem deixado milhares de vítimas no mundo.

Com o novo cenário, ocasionado pela pandemia, surgem dúvidas da classe política a respeito do calendário da eleição municipal. Um grupo de congressista já se movimenta, em Brasília, para tentar adiar o pleito.

Como consequência da proliferação do vírus, que tem impedido as agendas partidárias na pré-campanha, o deputado federal Paulo Guedes (PT-MG) apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que adia a realização para o dia 13 de dezembro.

Para não implicar no período dos mandatos de quem foi eleito em 2016, que termina no dia 31 de dezembro, há também uma proposta de uma espécie de segundo turno a ser realizado no mesmo dia.

(Fonte: Diário do Nordeste)