WhatsApp vai obrigar usuário a compartilhar dados com o Facebook

WhatsApp vai obrigar usuário a compartilhar dados com o Facebook

Janeiro 7, 2021 0 Por Simone Gomes

A partir do dia 8 fevereiro, o WhatsApp exigirá que os usuários permitam o compartilhamento de dados com o Facebook para continuar acessando o aplicativo. Uma notificação alerta que informações como o número do telefone, o endereço de IP e as interações com pessoas e empresas, deverão ser obrigatoriamente compartilhadas. Os novos termos passam a vigorar a partir de 8 de fevereiro.

A mudança nos termos do serviço e da política de privacidade começou a ser comunicada aos usuários nessa quarta-feira, 6, de acordo com o blog Tecmundo. Conforme a empresa, o objetivo é promover uma maior integração do WhatsApp com os demais serviços pertencentes à companhia chefiada por Mark Zuckerberg, como o próprio Facebook e o Instagram.

As informações podem ser usadas, por exemplo, para exibir anúncios personalizados. As possibilidades incluem ainda a personalização de recursos, sugestões de amigos, conexões de grupo e conteúdos, melhorando a experiência do usuário. Há também a promessa de facilitar o pagamento de compras pelo WhatsApp, com o Facebook Pay.

Mudança contradiz posição inicial

Os novos termos de uso do app de mensagens contradizem o que foi divulgado inicialmente quando o Facebook comprou o WhatsApp, em 2014. Na época, a rede social garantiu a total privacidade dos dados, confirmando a opção por não compartilhá-los com outros serviços.

Uma mensagem no blog oficial do mensageiro, publicada logo após a negociação, dizia: “O respeito pela sua privacidade está codificado em nosso DNA e construímos o WhatsApp em torno do objetivo de saber o menos possível sobre você”.

Porém, em 2016, os dados passaram a ser compartilhados por padrão entre as duas plataformas. Diferente da próxima atualização, os usuários tinham a possibilidade de optar por não enviar as informações da conta para a rede social, fazendo a solicitação nas configurações do aplicativo.

(O Povo)